Photo of the artist Zeca Baleiro

Onde a Gente Mora (part. Namastê)

Zeca Baleiro


Para por aqui
Pede pra ficar
Tem lugar
Hoje é no meu chão
Deita já é tarde
Tá faltando Lua
É melhor guardar a sua
Tá faltando Lua
É melhor guardar a sua

Era para ler
Eram livros
Eram livres
Linhas dessa mão
Mas alguns covardes
Levaram as estrelas
Pois não gostamos de prendê-las

Eles levaram as estrelas
Pois não gostamos de prendê-las

Ainda resta nossa fantasia, nossa rua
Pode olhar bem fundo na retina que tá nua
Pra quem sabe procurar tem luar, tem luar
E tinta para desenhar estrelas

Era para ler
Eram livros
Eram livres
Linhas dessa mão
Mas alguns covardes
Levaram as estrelas
Pois não gostamos de prendê-las

Eles levaram as estrelas
Pois não gostamos de prendê-las

Ainda resta nossa fantasia, nossa rua
Pode olhar bem fundo na retina que tá nua
Pra quem sabe procurar tem luar, tem luar
E tinta para desenhar estrelas

Ainda resta nossa fantasia, nossa rua
Pode olhar bem fundo na retina que tá nua
Pra quem sabe procurar tem luar, tem luar
E tinta para desenhar estrelas

É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora
É lá que a gente mora

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct