Mas que linda manhã
É uma bela manhã
Para um glorioso casório
Um ensaio, querida
Para ser mais exato

Um ensaio para um grande casório
Contanto que não haja um imprevisto qualquer
Ninguém para perturbar
Ou meter a colher

Por isso, cada um
E todos os mínimos
E mesmo microscópicos detalhes
Devem funcionar

De acordo com o plano
Nosso filho se casará
De acordo com o plano
E a família será
Elevada ao status de classe a

Aos salões reais
E às catedrais
Reuniões com a nobreza
E chá das cinco com sua alteza

Para sermos vistos e ver
Maiorais vamos ser
Na elite viver
E o passado esquecer

Que terrível manhã
Melhora esse humor
Tão imprópria para um casamento

Os negócios vão de mal a pior
E agora esse grande tormento
Vamos ser forçados a pagar esse mico?
Casar a nossa filha
Com um novo rico
Tão comuns, insossos
É o fundo do poço

Fundo do poço?
Lamento discordar
Podiam ser falidos
Nobres de museu
Sem um centavo para gastar
Como você e eu

Ai, querido
Por isso, cada um
E todos os mínimos
Mesmo microscópicos detalhes
Devem funcionar
De acordo com o plano

Vai ter de casar
De acordo com o plano
Para nos levantar
Da pobreza e da ruína totais
E poder honrar

Nossos ancestrais
Quem diria então como imaginar
Nossa filha e seu carão
De uma lontra sem ação
Poderia ser a nossa salvação

Casamento é uma parceria
Um toma-lá-dá-cá
A vida inteira ela nos observou
E, como nós fará, como nós fará

Tudo deve ser perfeito
Tudo deve ser perfeito
Tudo deve ser perfeito

Por isso, cada um
E todos os mínimos
Mesmo microscópicos detalhes
Devem funcionar
De acordo com o plano

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct