Essência de Solidão

Almir Guineto


Foi como a flor surgindo na primavera
Você sorrindo
No teu olhar eu vi mil raios de sol
Foi o bater suave de um coração
Uma luz que brilha na escuridão

Foi a paz tão meiga do meu olhar
Te conhecer confesso em versos tristes
De um ser que chora
Quando você foi embora tudo acabou
Hoje a tempestade em meus sentimentos
Felicidade é sofrimento
O que era belo se transformou

Perpétuo prisioneiro de uma saudade
Parece o tempo não ter idade
Ainda te sinto perto de mim
O teu perfume essência de solidão
Se é pedir muito peço perdão
Por sentir um amor que não tem mais fim
Se no teu peito existe recordação
Lembre dos momentos de mão na mão
Que juraste o amor que jamais sentiu

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Adauto Magalha / Almir Guineto. Isn't this right? Let us know.