Deus me perdoe pelo que penso
Pelo que digo, pelo que faço
No desespero, no amargor
Do meu fracasso

Na sucessão de tanto amor
Não encontrei novo amor
Para fazer eu me esquecer
Do meu amor

Por isto eu penso, em confessar-lhe
Que eu não vivo, que eu vegeto
Que aquele afeto ainda perdura
E me tortura
Por isso eu rogo ao Deus Senhor
Que me devolva o meu amor
Porque não quero perder a fé
Na própria fé!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Augusto Mesquita / Manoel Da Conceição. Isn't this right? Let us know.