Enquanto todos tentam esconder
Traçar o seu destino, te obrigar a viver
Presos às correntes da justiça cega e farta
Das horas perdidas que não te deram nada

As mãos atadas e os estalos estremecem
As luzes queimam e a escuridão esquece
Os seus esforços já não têm valor
E o que ecoa é só um grito de dor

As roupas sujas de suor e lágrimas
O chão gelado é o seu novo lar
Gotas de ódio e sangue se misturam
E as nuvens negras só parecem chegar

(Refrão)
O tempo...
Não levou as águas que
Refletem o que eu não quero mais ver

Os dias...
Que parecem não ter fim
Estão cada vez mais perto de mim

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct