Diga que eu vou, diga que eu vou
Diga!
Diga que eu vou
Pro ilê aiyê.

Diga que eu vou!!

Diga que eu vou, diga que eu vou
Diga!
Diga que eu vou
Pro ilê aiyê

Esse negro balança, ê, ê, ê
Com o cabelo de trança, a, a ,a.
Esse negro balança, ê, ê, ê
Com o cabelo de trança, a, a ,a.

Diga que eu vou!

Diga que eu vou, diga que eu vou
Diga!
Diga que eu vou
Pro ilê aiyê

Subi do curuzu, ê, ê, ê
Vinte anos de ilê, a, a , a
Subi do curuzu, ê, ê, ê
Vinte anos de ilê, a, a , a

Diga que eu vou!!

Diga que eu vou, diga que eu vou
Diga!
Diga que eu vou
Pro ilê aiyê.

Diz bahia!

Bahia, terra da magia,
Lenda dos orixás,
Estado de candomblé
No dia dois de fevereiro,
Festa do rio vermelho,
Com a minha mãe iemanjá. laiá, laiá

No dia dois de fevereiro,
Festa do rio vermelho,
Com a minha mãe iemanjá.

Na conceição!

Na conceição da praia
Oito de dezembro
Ilê aiyê vai se apresentar
Cantando com essa filosofia
Que faz parte da magia
De angola e ijexá. laiá, laiá

Cantando com essa filosofia
Que faz parte da magia
De angola e ijexá.

Diga que eu vou!!

Diga que eu vou, diga que eu vou } bis
Diga!
Diga que eu vou
Pro ilê aiyê.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct