Do Mar, do Céu, do Campo

Belchior


Fê-pê, lê-pê, o-pô, rê-pê
A flor do mar, o céu: Rose selavy
Lê-pê, a-pá, ga-pá, o-pô, o-pô, quê-pê
A giocondadá, flor do campo

Ay! Minha moça ready made passando de virgem à noiva
My non sense of humour, minha máquina de viver
Ay! Fonte. Um nu descendo um novo lance de escadados
O rei, a rainha, o cavalo, o peão, o grande vidro de xadrez

Cê-pê, a-pá, nê-pê, tê-pê, a-pá, rê-pê
Cantar o mar no céu, la vie en rose aqui
Estuve pensando en ti, xyz de mi problema
A culpa é do cinema!

A-e-I-o-u, dabliú, dabliú
Na cartilha da juju, misanu
A-e-I-o-u, dabliú, dabliú
Que a partilha é de ubu

Noiva Maria, denudada por seus parceiros solteiros
Ay! Dama do meu fliperama, mulher-objeto trovado no chão
Oh! Sonho que o dinheiro compra
Oh! Pedra de toque, palavra closada
Oh! Trova clusada
E kitsh goliardo
Que inventa-provença na minha canção!

A/b/c/d/e/fê/guê
Agá/i/k/lê/mê
N/o/p/que/rê
Stuv pensando en ti, xyz de mi problema
A culpa é do cinema

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct