views 13

Não venha me dizer

Carta Fechada


Não venha me dizer


Não não venha me dizer
Que não usou as drogas que te deram
Que não parou pra pensar
No que faz bem e no que faz mal

Todo dia eu vejo as crianças
Usando cola mas não pra colar
Brincadeira que não tem mais graça
Sem saída ou lugar pra ficar
Não importa se é rico ou pobre
Nós saímos do mesmo lugar

Refrão

Todo dia eu vejo hipocrisia
Nas vitrines do nosso país
Propaganda muito enganosa
Que não engana mais ninguém
Não engana mais ninguém
Uma luta que nunca acaba
Mas não vamos nos render não!

Refrão

Todo dia que eu tentava pensar
E vinha a noite não conseguia parar
Uma loucura que me mata não pede licença
Uma loucura que se mata e não se arrepende
Tudo mudar, tudo passar, tudo crescer, tudo viver, tudo morrer
É um ciclo vicioso
Que não pode parar!

refrão

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct