Me lembro bem de quando ela chegou sozinha no bar
Sentou na mesa, pediu um whisky e pôs-se a fumar
Numa tragada olhou pro nada e jogou todo seu charme no ar
Seu perfume invadiu minha cabeça até eu não aguentar

Mas eu vou até lá
Pra ver no que dá
Prefiro arriscar
Do que não tentar

Mulher que mistério que é esse
Que jeito mais louco
Que me deixa tão doido
Já perdi as contas de quantos desejos você
Vai me despertar...

Deu uma, deu duas da manhã e a danada continua lá
Ali sentada, sozinha, parada, dominando o lugar
Cruzou as pernas numa sincronia de matar
Ajeitou o cabelo, soltou um sorriso, eu vou pirar...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct