Enxadão man, conta para mim
Eis que um dia alguém viu
Uma sombra, assombração
Conta aonde foi, o que aconteceu depois
Em São Paulo, Estação da Luz
Todo o povo paralizou
Um fio de trem se faiscou
Como fogo na escuridão
Agora o
trem, trem, trem, trem, trem
Na terra o trem sugou
trem, trem, trem, trem, trem
Na terra afundou
Como ele sumiu? Puta que pariu!
Todos viram acontecer
Sem piscar , nem se mexer
Conta para mim, o sombra era quem?
Era um homem com enxadão
De galocha e de chapéu
Sua mão alcançava o céu
E afundava o trem no chão
"Eu sou o enxadão man
Vim da terra que era um céu
Pra mostrar pro cidadão
Da importância que tem o chão
Eu que planto o seu jantar
Breakfast salutar
Mas faz dias que eu não como não
Acabou a plantação, `cabou a plantação.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct