Vai! Explode o grito e dilui a sanidade
Vai! Transforma em fúria o que te faz transpirar
Sinta o momento, acelere, esqueça os freios
A batida é perfeita e o motor não vai parar

Um coração enjaulado não espera por milagres
Não consegue respirar
Vive a inércia dos fatos
Atolado no fracasso desconhece sua paz

A pulsação aumentando, o fôlego sufocando
A cada pedra no caminho, cada passo no lugar
A sensação inquietante, o pensamento incessante
E essas vozes que não param de gritar

Vai! Explode o grito e dilui a sanidade
Vai! Transforma em fúria o que te faz transpirar
Sinta o momento, acelere, esqueça os freios
A batida é perfeita e o motor não vai parar

Uma ideia acuada não se curva, não se abala
Não se deixa esquecer
Preenche cada intervalo, dissemina os pedaços
Contamina o seu querer

A inspiração aumentando, a visão clareando
E cada flash cria o foco que destrói o seu pesar
O horizonte distante, cada vez mais brilhante
E essas vozes nunca param de berrar
Vai! Explode o grito e dilui a sanidade
Vai! Transforma em fúria o que te faz transpirar
Sinta o momento, acelere, esqueça os freios
A batida é perfeita e o motor não vai parar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct