No torce, retorce das águas quem sofre é o meu coração
Pois cada gota d'agua é um pouquinho de ilusão,
Um pouquinho de saudade,
Um pouquinho de você.
Imensidão de poucos que são muitos pra esquecer.

Um dia ei de sair do canto onde me criei
Pagar pela coragem que um dia almejei
O que eu tanto repetia um dia virou verdade
Sou enfim mais um caipira na cidade.

Depois de tanta provação é que se faz compreender
Coragem de partir é pouco pra sobreviver.
É preciso ter coragem, garra pra não retornar,
Cada dia mato uma fera em mim, querendo me devorar.

Não vejo a hora de voltar, mas lá só visita serei.
Arrume minha cama, por três dias estarei,
Três dias é muito pouco, mas tenho de impressionar,
Tenho responsabilidades esperando em outro lugar.

Um ano foi muito pouco para tudo acontecer,
Ano que vem eu volto três dias esclarecer,
Que a vida foi muito dura, saudade me fez doutor,
Não me formei em nada, mas na vida sou professor.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct