Quando o Carnaval Chegar (part. Gal Costa)

Daniela Mercury


Quando o Carnaval chegar
Vou saber que a vida está
Em meu corpo
Vou sair de mim em alvoroço
Vou sentir o ar bater no meu rosto

Quando o Carnaval chegar
Vou sair de mim pra dançar
Vou sair de mim pra cantar
Vou invadir a avenida
Com a vida, com a vida, com a vida, com a vida
Com o movimento pra carnavalizar
Pra Girar
Doidiar
Encantar
Foliar
Me Divertir
No Infinitivo

Não quero lucidez alguma
Quero a chuva escorrendo entre minhas coxas
Quero me esbaldar tonta de torpor
Música é amor, Música é amor!

E a rua é a minha casa
Porque tenho asas
E a rua é a minha casa
Porque sei sonhar

Só preciso lembrar
De não vacilar
Se o sapato apertar
Eu vou descalça

Só preciso lembrar
De não vacilar
Se o sapato apertar
Eu vou descalça

Sambaria no infinito
Frevaria Num Grito
Batucaria por toda eternidade
Tocaria Bêbada de felicidade
No céu
Moraes, Moraes, Moraes e eu

Efervescente, contente
Moraes Moreira e eu e eu e eu
E eu no Trio a passear

Efervescente contente
Frevará, Frevará, Frevará
Frevará, Frevaria
Pernambucará, Pernambucará
Pernambucará, Pernambucará na Bahia

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct