vistas 3
Foto del artista Davi Silvino

Voz, soma-se a luz, soa no ar
Vai, e enche esse espaço, meu cantar
Transforma-se em música viva
Aceita-me agora pra te projetar
De dentro pra fora com o meu cantar
De fora pra dentro ao te ouvir soar assim

Lararaiaa, laia, la, la, la, laia, laia (x2)

Voz flui qual um rio que vai desaguar
No mar que é o ouvir
É um mundo sem fim o ato de admirar
A beleza desse som que é vida

Voz, minha expressão a propagar
Vai encher o ouvido de quem te escutar
Transforma esse ouvinte num açude que sangra
Num rio que transborda e deságua no imaginar
Que é o simples momentos de escutar uma voz a cantar assim

Lararaiaa, laia, la, la, la, laia, laia (x2)

Voz flui qual um rio que vai desaguar
No mar que é o ouvir
É um mundo sem fim o ato de admirar
A beleza desse som que é vida (x2)