Pelas passarelas de concreto
O idiota, o cidadão de bem
Desfila com seus cachorros de marca
Acessórios do status quo
Fetiche do autoritário
A rédea curta em suas mãos
Subordinado adotado
Pra aliviar sua tensão

Pobres cachorros

Aperta o passo, aperta o laço
Mostrando quem é de quem
Correção educativa
Não se aprende sem sofrer
Aperta o passo, aperta o laço
Sufocado com poder
Liberdade limitada
Vigilância para o bem

Pobres cachorros

Destruir pra dominar
Agredir e avançar
Quem é mais irracional
Nada vai sobrar

Retornando para o ponto cego
Posto de volta em seu lugar
Humilhado, preso e castigado
Sem ninguém pra lhe ouvir chorar

Confinado, segregado
Trancado de 9 às 6
Neurose alimentada
A violência vai vencer

Pobres cachorros

Destruir pra dominar
Agredir e avançar
Quem é mais irracional
Nada vai sobrar

Pobres cachorros

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Marcão Melloni / Ric Mastria / Rodrigo Lima · This isn't the songwriter? Let us know.
Sent by Porto
Did you see an error in the lyrics? Send us your correction.