views 14

Tirana do Vaqueiro Antenoro

Elino Lulião


Retaiai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina
Sangrai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina

Oi tirana, tiraninha trata de mim que sô tcheu
Si tu num tratá de mim quem vai imbora sô ieu
Eu vô morá em terra longe ausente do que é meu

Retaiai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina
Sangrai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina

Os rio preto quando enche nas curva faz um remanso
Dos pásso de pena que avoa o mais bonito que eu conheço é o ganso
Apois quem tem sarna nas pôpa As unha não tem descanso

Retaiai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina
Sangrai os meus peitcho cuma faca fina
E aparai o meu sãingo cum tchas mão minina

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct