Photo of the artist Estado Maior da Restinga

1997 - Cortes Invasoras Em Terras Tupiniquins

Estado Maior da Restinga


Eu quero ver a arquibancada sacudir
Vou pra galera, sou Tinga e daí?
Eu quero ver a arquibancada sacudir
Eu seguro o samba, não deixo cair

Vou enfeitar... Meu cisne para curumins
Para lembrar um paraíso de terras tupiniquins
Verdejantes florestas, abundante caça e pesca
Que o índio desfrutou
Abismados com a beleza a esquadra portuguesa
Ilha de vera cruz a nomeou

Aluanam, aluanam, aluanam
Festejos que rompiam as manhãs
Aluanam, aluanam
Lua nova abençoada por tupã

Interesse comercial
Fez da nova terra colônia de Portugal
Damas, cavaleiros e a guarda real
Artistas de bom gosto e a nobreza em geral
Buscando... Desse jeito a França levou o que quis
Fizeram da madeira que deu nome ao país
Luxuria para corte de Luís
No ciclo açucareiro
O Brasil foi holandês
Açúcar foi presente para os reis

Amor, eu sou todo amor
Meio branco, meio negro, meio índio eu sou
Somos tamoios rumo a modernidade
Acompanhando a evolução da humanidade

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct