Big bang, na outra quadra tá a gang
Puli chega e diz: mão pro alto, sai pra fora da sua Benz

Mão pro alto, fica de joelho agora casa cai
Mãos pra cima, de joelho não, mas sua filha vai

Um brinde para o plano, levanta a Hennessy, o mano perguntou "e se der errado?" eu respondo "e se?"

Dar certo? Mente em aberto, tudo certo, as ruas daqui costumam ficar um deserto

Moqueia o pack de beck na bag sobe o cheiro e fede
É como um prato cheio pra quem tem e se diverte

Nas ruas do Sapopemba zona leste
Trouxe uma mina do Sul
Juro ela é uma peste
Não teste

Uma química louca que te faz relembrar
Seu nariz tá branco, passa a mão pra poder limpar

Noites no centro de SP
Tinhas umas mina envolvidas na roda de R.A.P

To com elas no Uber e toca o meu som
Olha pro meu colarinho, e vejo marcas de batom

Não posso não dá pra voltar pra casa
Nem amanheceu e já tenho que gravar, eu não tenho pausa

Ela me liga, não atendo, faço lírica vai vendo
Você não vai ter minha confiança com choro eu lamento
Sem ressentimento tá?

Fiz alguns versos no fundo do busão
Se eu receber dia 5
Vou usar pra fazer gravação
Congelei o coração, me diz aí então
O que achou da nova forma dele congelada no meu cordão

Quanto é bom fazer som com meu dom
Tipo Don, como Akon
Ce não entende, to loucão, eu to on, mas to off pros mano que fala merda, eu falo merda de volta Vai dá não, né meu bom Swytão?

Meu som não dá pala, esse mano só fala e fala, e sua boca nós cala, no verso ou na bala na rua ou na vala
Só não se abala, acordado de bala
Desperta na sala, duas loira, cheiro que exala, como é que fala?

"Essa vai pra todos esses mano
Que um dia riu desconsiderando
Quando me viu rimando
E olha que eu to quase chegando

Desculpa o sumiço, total 0 que notou
Hoje vocês me ligando
Me diz o que é que mudou?

Só os meus corres eu sei
Sei bem o que eu passei
Sei quantas vezes tentei
Quantas vezes tropecei

To chegando , eu já posso dizer que to quase lá você vai lembrar
Use o drama que for pra se aproximar, não vai dar
Eu to lá

Ainda levo minha mãe pra spa e massagem
Levar ela pra tirar foto frente a paisagem
Sem miragem
Nao é verdade?
Entao fodase todo o resto porque todo é resto é tão covarde

Agora eu já to pronto
Devolvi 100 conto
Pro meu pai
Igual a pensão que ele dava com desconto

Vendo a alma, não sou demoníaco
Talvez um maníaco
Não creio em você, talvez em zodíaco
Mexo com o cardíaco

Ta quero ficar louco
Tá bom, desce mais um pouco
Não tá bom, te meto um soco
Que aprendi fazendo dojo
Vendo isso me dá nojo
Traga uma que tenha com fogo
Eu já tive no poço
Tava só osso
Agora olha pro bolso
Parece esboço
3k no pescoço
Causando alvoroço
Não paro pro almoço
Não sou um bom moço
Minha rima tem garantia e é tiro de reembolso

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct