Eis vem chegando à madrugada.
Sol que desponta o amanhecer.
Vem Madalena pela estrada,
Canta, cansada de sofrer.

Já faz dois dias que O mataram,
Não dá nem pra entender.
Quanta tristeza e sofrimento,
Nem quero mais viver.

Vem clareando a alvorada.
E o sol que sempre a iluminou.
Eis pedra enorme retirada.
Da sepultura que encontrou.

Ao ver vazia a tumba fria,
Se entristeceu, chorou.
"Quem retirou o meu bom Mestre
Onde O colocou?"

"Não chores mais, Maria,"
Alguém lhe respondeu
Claro qual novo dia ficou.
Tudo se esclareceu:

"Ressuscitei dos mortos,
Vivo pra sempre estou.
Corre a dizer aos meus irmãos
Que Cristo ressuscitou!"

Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, iêêo
Lá, lá, lá, lá, lá, lá, lá, iê

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Guilherme Kerr Neto / Jorge Camargo / Jorge Rehder. Isn't this right? Let us know.