Quem perguntar por mim
Diga que tô por aí
Quem perguntar por mim
Diga que tô por aqui

Agora, se foi fácil, foi não
Rapadura é doce, mas não é mole, não
Na estrada a gente pena, a gente sofre
Mas a gente ama

Não me arrependo de nada, não
Porque foi tudo de coração
Na vida a gente colhe o que planta

Quem perguntar por mim
Diga que tô por aí
Quem perguntar por mim
Diga que tô por aqui

Mas é que eu venho lá do sertão
O coco é seco demais, irmão
E o preconceito еu só engulo com farinha

Não tenho medo dе escuridão
Eu sou fogueira de São João
Trago no peito a oração de mainha
Bença?

Agora, se foi fácil, foi não
Rapadura é doce, mas não é mole, não
E o preconceito eu só engulo com farinha

Não tenho medo de escuridão
Eu sou fogueira de São João
Trago no peito a oração de mainha

Quem perguntar por mim
Diga que tô por aí
Quem perguntar por mim
Diga que tô por aqui

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Dann Costara / Juzé . Isn't this right? Let us know.