A pedra, o pé descendo a rua que cobre a pedra,
Embaixo dela a terra, embaixo da terra o céu de novo.
Sentindo a lentidão do dia há dias lentos demais
Não sinto, não tenho vontade, não agüentaria
O céu embaixo das nuvens, a terra por baixo do asfalto,
O centro da Terra que puxa a gente, a gente pula contra a vontade do chão.
Queria andar, andar, andar, andar e viajar, viajar, viajar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct