Não te reconheço, minha cidade
Não deixe, não se abandone
Com promessa de felicidade
O asfalto quente consome

Não te reconheço, minha cidade
Não deixe, não se abandone
Com promessa de felicidade
O asfalto quente consome

Carnaval eu volto
Me espera
Com tanto pé de planta
Você de primavera

Cidade ouve teu grito
Dia de hoje um corte bruto
Cidade ouve teu grito
Dia de hoje um corte bruto
Estúpido
Estúpido
Estúpido
Estúpido

Não te reconheço, minha cidade
Não deixe, não se abandone
Com promessa de felicidade
O asfalto quente consome

Quando der eu volto, me espera
Me leve pro seu mundo
Um poço de calma
Que alivia a alma
Entristece coração

O tempo faz isso com a gente
Move montanhas diálogos
Muda o compasso com os passos

Cidade ouve teu grito
Dia de hoje um corte bruto
Cidade ouve teu grito
Dia de hoje um corte bruto
Estúpido
Estúpido
Estúpido
Estúpido

Planta dos pés no chão
Queimando cansaço
Algumas coisas mudaram
Grades, janelas
Acho que a casa é aquela
Agora é amarela

Planto meus pés na cidade
Cerca de prédio
Cerca de prédio
Cerca de prédio
Cerca de prédio

Cidade ouve seu grito
Dia de hoje um corte bruto
Cidade ouve seu grito
Dia de hoje um corte bruto
Estúpido
Estúpido
Estúpido
Estúpido

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct