As Trevas um Dia lhe Chama

Luxúria de Lillith


Um dia, os homens da Terra
Irão se curvar diante do fim
Suas armas jorradas de sangue
Do luto infernal que estaria por vir

Deitados em suas tralhas
Não imaginam o que possam esperar
Aproveitam da vida desnuda
E nunca pensaram que irão acabar

Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor
Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor

Tem medo e sem emoção
Seu corpo gelado não pode clamar
Tudo o que um dia nasceu
Simplesmente, nas chamas, irão definhar

Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor
Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor

Ao fim, ao relento dos mortos
A névoa que passa em covas vazias
Ao seu som do silêncio
Na negra penumbra da terra sombria

Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor
Quando a morte lhe chamar
Com berço de dor

As trevas um dia me chamam
As trevas um dia me chamam
As trevas um dia me chamam
As trevas um dia me chamam
As trevas

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct