Deixei tudo igual

Marco Paulo

vistas 38

Teu retrato n?tirei da cabeceira
E o livro que tu lias n?fechei
Teu aroma deixei estar na nossa cama
e os len?s daquela noite n?mudei

Tua roupa pelo ch?ficou espalhada
e a can? que tu gostavas n?parou
nem a porta que passaste est?echada
e at? meu peito est?omo ficou

Deixei tudo igual, ?ua espera
Deixei tudo igual, pensando em ti
Tudo que era teu, est?omo era
espera que um dia uma estrela
Te traga de volta p'ra mim

O teu cheiro ainda est?a almofada
e as marcas de baton na minha pele
e na mesa tamb?est?quela carta
j?om l?imas de pranto no papel

Tua roupa pelo ch?ficou espalhada
e a can? que tu gostavas n?parou
nem a porta que passaste est?echada
e at? meu peito est?omo ficou.