Paixão

Mariza

vistas 391

Há um caminho inseguro
Uma espécie de muro
Um degrau sobre os dois

Uma energia constante
Um rodopio de amante
À espera de ser dois

Uma carta que se atrasa
Cigarros de brasa
Há cinza no chão

Um desvendar de segredo
E a mão quase a medo
A pegar-te na mão

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Há um passado um presente
Gravado na mente
Cismado na dor

Um arrepio disfarçado
Um olhar-te de lado
E um medo do amor

A palavra que se nega
O recuo a entrega
A balançar em mim

Uma recta que se curva
Um olhar que se turva
E um medo do fim

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Um verso que se conjuga
Um verbo e a fuga
Por dentro de mim

Vou pôr as minhas mãos no fogo
Arriscando no jogo
E dizer-te que sim

Um verso que se conjuga
Um verbo e a fuga
Por dentro de mim

Vou pôr as minhas mãos no fogo
Arriscando no jogo
E dizer-te que sim

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão

Como é que eu hei-de apagar esta paixão
Como é que eu hei-de apagar esta paixão