Festa de Candomblé

views 479

Ô dai-me licença ê
Oi dai-me licença
Alodê yemanjá ê dai-me licença
Oi dai-me licença ê
Oi dai-me licença

Uma licença de zambi
Para cantar umas zuelas no toque de candomblé

Exu laroy é mojuba
Mojuba cojubata exu ajonagera, (laroyê exu)
Oi sete, oi sete, oi sete encruzilhada
Toma conta e presta conta
No romper da madrugada!
Ninguém pode comigo eu posso com tudo
Lá na encruzilhada ela é exu veludo
Pomba-gira jamukangê iaia o rerê
Pomba-gira jamukangê iaia o rerê

Ogunhê patakori aya megê (ogunhê)
Ogum oya, (patakori ogum)
Ogum oya é de mene
Ogum oya é de mene
Ogum de ronda é de mene
(Ogum oya ogum oya é mene)
Roxi mukumbi é de mene

Salve todas as nações do candomblé
Jejê, o ketu, nago e a minha angola

Aê, aê a minha angola
Aê, aê meu angola

Atotoó (atotoó)
Era um velho muito velho
Que morava numa casa de palha
Na beira da casa ele tinha
Velame mikisangue
Mikisangue velame
Do seu alangue
Ôoo abuate insumburê
Ôoo abuate insumburê
Insumburê Insumbo Nanguê
Insumburê Insumbo Nanguê
Insumba Insumbo guenda ê lembadilê
O comaió infitekita comaió
Insumbo guenda

Axé para todas as roças da religião afro brasileiras
Oni sia ure saul axé
Oni sia ure oberionon
Oni sia ure, saun laxé Babá
Oni sia ure, oberionon