No Cais Dourado da velha Bahia
Onde estava o capoeira
A Iaiá também se via
Juntos na feira ou na romaria
No banho de cachoeira
E também na pescaria

Dançavam juntos
Em todo fandango e festinhas
E no reisado
Contra mestre e pastorinha

Cantavam
Iaiá, Iaiá, Iaiá, Iaiá
Nas festas do alto do Cantuá

Mas loucamente
A Iaiá do Cais Dourado
Trocou seu amor
Ardente por um moço requintado
E foi-se embora
Passear de barco à vela
Desfilando em carruagem
Já não era mais aquela

E o capoeira
Que era valente chorou
Até que um dia
A mulata lá no cais apareceu
Ao ver o seu capoeira
Pra ele logo correu
Pediu guarida
Mas o capoeira não deu

Desesperada
Caiu no mundo a vagar
E o capoeira
Ficou com o seu povo a cantar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct