Já é tão tarde,
Eu tenho que sair daqui,
Parece até que o frio
Da noite entrou em mim...
Na cama grande você finge não saber
Que estou saindo para nunca mais voltar,
Mas vou deixar o meu retrato,
Para você lembrar
Amor, amor, amor, lembrar de mim...
Saúdo aquele que esta noite vem te ver
E vai chegar pensando o mesmo que pensei
Quando me dei ingenuamente ao seu amor,
Mas vou deixar o meu retrato,
Para você lembrar
Amor, amor, amor, lembrar de mim...
Os meus amigos,
Eu vou me despedir,
A todos minto que não vou voltar aqui...
Eu sei que um dia,
Um outro vai chegar
E vai contar a mesma história
A mesma velha história
Sempre, sempre, sempre de você
E no seu quarto,
O retrato que deixei,
Vai te lembrar a cada noite
Que eu te amei...
E quando alguém te entristecer, te magoar,
Num canto, só, abandonado,
O meu retrato vai chorar...
O meu retrato vai chorar...
O meu retrato vai chorar...
O meu retrato vai chorar...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct