Eu me lembro
Apesar da pouca idade
Lá na cidade apreciava
O desfile das escolas
De Mangueira, de Cartola
Do Estácio de Ismael
Nesse tempo não havia Mocidade de Padre Miguel
Nem império serrano que pertence ao reduto de bamba
Era o velho salgueiro com sua batuta
Na roda de samba
A vencedora levava no tempo uma taça de bronze
Era lá na Praça Onze
Um lugar tradicional
Eu vi Portela ao romper da madrugada
Simplesmente trajada, campeã do carnaval
Eu não me esqueço daquele momento feliz

Eu sou Portela
Sou do tempo da raiz

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct