Photo of the artist Luiz, o Visitante

Se Essa Rua Fosse Minha (part. Talita Caldas)

Luiz, o Visitante


Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Nem feminista
Nem petista ia pisar
O nome dela ia ser
Coronel Brilhante
Na esquina
Uma escola militar

Se essa rua fosse minha
Quase tudo ia ser privado
Se essa rua fosse minha
Ninguém ia ser roubado

O cidadão ia ter arma
Pra não precisar usar
Não teria estuprador
Ninguém pra te roubar

Com escola militar
Médio e fundamental
Todos iriam cantar
Na porta o hino nacional

Se essa rua fosse minha
Não teria pichação
Iam ter modo e educação
Rua sem ter lixo no chão

Se essa rua fosse minha
E quem tentasse invadir
Se conseguisse entrar
Andando não ia sair

Respeitando raça, cresça
E o que você mais citar
Criança ia ser criança
Todos iam respeitar

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Nem feminista
Nem petista ia pisar
O nome dela ia ser
Coronel Brilhante
Na esquina
Uma escola militar

Se essa rua é toda minha
Vagabundo se da mal
'Cê' pode ser jovem, velho
Aqui é respeitado igual!

20 anos de cadeia
Quem maltrata animal
Não ia ter ninguém
Morrendo na fila do hospital

Controle do estado
Apenas pelo necessário
Ninguém hostilizar
Pelo seu extrato bancário

Igualdade não existe
O comércio ia parar
Pois ter patrão e funcionário
É o que faz tudo circular

Quem caiu de para-queda
Na cadeira de patrão?
Vi presidente do supremo
Quem antes limpava chão

Quem quer, corre atrás
Não lamenta se alguém tem mais
Sucesso não é pra quem birra
É pra quem faz!

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Nem feminista
Nem petista ia pisar
O nome dela ia ser
Coronel Brilhante
Na esquina
Uma escola militar

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Livro esquerdista
Na fogueira ia queimar
E se queremos
Então é fazer por onde
É só um recado que
Sabemos revidar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct