Adeus, Menino do Barco Negro

Os Quatro e Meia


Adeus que me vou embora
Adeus que me vou embora
Adeus que me embora vou
Adeus que me embora vou

Vou daqui para a minha terra
Vou daqui para a minha terra
Que eu desta terra não sou
Que eu desta terra não sou

Olha o Sol que vai nascendo
Anda ver o mar, os meninos vão correndo
Ver o Sol chegar de manhã
De manhã, que medo, que me achasses feia!
Acordei, tremendo, deitada n'areia

Mas logo os teus olhos disseram que não
E o Sol penetrou no meu coração
Mas logo os teus olhos disseram que não
E o Sol penetrou no meu coração

Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego

Eu sei, meu amor
Que nem chegaste a partir
Pois tudo, em meu redor
Me diz que estás sempre comigo

Eu sei, meu amor
Que nem chegaste a partir
Pois tudo, em meu redor
Me diz que estás sempre comigo

São loucas! São loucas!
São loucas! São loucas!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Amália Rodrigues / Antonio Variações / Jose Afonso. Isn't this right? Let us know.