Vagueio pelas ruas da Marginal
é tanto vento que se fazsentir
So a geada vou
Sem destino para onde ir
Será que namoro a lua?
Ou quem sabe o mar

Indo em frente em pensamento
Procurando divagar
Ela só vem ao de cima
Quando chega o pôr-do-sol
Para me dar o carinho
Ou para falar de amor

Conta-me viagens no mar
Daquilo que nunca vi
Recordo a infância
E quem nunca esqueci

Volto sempre dia após dia
Há mesma hora, ao mesmo lugar
Será que namoro a lua?
Ou quem sabe o mar

Olho ascores do céu
Com estrelas a brilhar
O que é feito da sereia
Mais nao me voltou a acenar

Refrão:

Nunca lhe fiz nenhum mal
E também nunca a esqueci
Os dias foram passando
Até que me apercebi
Ela já nao me fala
Desconfio que me odeia
Descobri afinal
Que ela tem Ciúmes da Lua Cheia

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct