Estupidez a minha refletida
De ansiar, anormal prazer
De alguma coisa ainda não definida
Pelo que tem de mais belo
Estou até doido e moribundo
A estranhar de mim mesmo
As alucinações deste mundo
Estourem em mim e eu voe a esmo
Mas aqui tudo me pertence
O frio, a fome, os sentidos
Nem que eu me distraia, o infinito tente
Estarei te olhando com meus olhos rijos
Oh! Admiração! ...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct