views 3

As mãos que apertam
Escorre pelos dedos
Das mãos que esfregam
Como quem limpa o medo
As mãos que esmurram
Um corpo indefeso
Que exibe marcas rubras
De quem sozinho
Leva a culpa
Por um beijo vendido
O mundo inteiro comprado
Por uma escolha eu desejo
Suor e sangue pingados
Suor e sangue
Se eu me atiro ao mar
Se eu mergulho no fundo louco
Pra poder te encontrar
E tudo que eu mais quero enfim
É falar
Te amo
As mãos que estendem
Como quem abraça mudo
As mãos vendidas
Que onde há amor profundo
As mãos que julgam
Sem apontar o dedo
Das mãos que me encontram

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct