Tempo, mala, mundo dentro
Hoje quem me viu chorar
Haverá de ver cantar
Só levo então o que posso carregar

Vento é espada mar adentro
Não sei acreditar no que não posso inventar
Esquecer é o medo de lembrar
E eu sei o quanto sinto por bobagens
Ela diz não ver miragem e sonha!
Já não deve ser assim: porto, cais, lenço e fim
Hoje só quero ouvir bobagens sobre mim

Vento é espada mar adentro
Não sei acreditar no que não posso inventar
Esquecer é o medo de lembrar
E eu sei o quanto sinto por bobagens
Ela diz não ver miragem e sonha!
Já não deve ser assim: porto, cais, lenço e fim
Hoje só quero ouvir bobagens

O sol acende a cidade
O dia envelhece
E já é tarde para mim

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct