[Leprechal]
Olha só como é que ta que cara loco passa longe
Voado pela sombra que a maldade te persegue
Destrói, insiste, finge que é feliz e não desiste
A droga chega aqui aniquila o nosso povo
Magia das antiga que transforma pó em pedra não me pega
A mim você não pega, pode acreditar bicho solto aqui tem regras
Sem falha, to na correria passa tempo escuto o som
Chega perto ai pode crer cê tem o dom caraloco
De novo no sufoco, pra sua mãe só da desgosto esqueceu daquilo tudo
Passou fingiu que é surdo não sou cego não sou mudo
Prevalece a cocaína, propina, menina na esquina
Proposta indecente a vagabunda cresce o olho, carro, casa, dinheiro
Piranha cai de boca dá a bunda para o traficante qualquer droga
Em troca da foda a barriga cresce, o cara desaparece
Mete faz o filho espanca a mulher depois esquece seu futuro, cade o seu futuro?
Me chama de vagabundo até de lixo, viajo até sem droga
Vivo, deslizo passo mal e não desisto, dinheiro não preciso
O rap ta na vida a união está comigo

De madrugada diz que é bicho solto
Anda pela rua só trepado matando os outro
Que caraloco, louco muito louco
Anda pela rua só trepado mantando os outro

[L.brau]
Mais uma vez, passou perto de novo
Tipo escuridão cara louco
Só trepado matando os outros
De noite, chovendo, até na luz do dia
Jornal da padaria cobre o sonho da periferia
Criança na avenida tem de monte vira o lixo
Cresce vira os bicho, sem objetivo
A sua vida é uma merda, diabo que te carrega
Malocado o dia inteiro, bolado cê ta com medo
Desespero, coronhada, bico do ferro na cara invade casa
Passa o pano faz de louco, pra mim não é bicho solto
Atoa mata os outro, cheira sai trepado pra você não tem recado
Mais de bolo foi um monte, maldade, drogado fica loco muito loco
Feito a morte em vez da foice vem revolver
Da laje eu vejo tudo, escuto, vivo minha vida até doida
Da sua morte faço figa, na lida da vida bandida
Nota 10 tirei no mundo informação, equipe não distorce
Unido fica forte cai pra dentro e tenta a sorte pra você espero a morte

De madrugada diz que é bicho solto
Anda pela rua só trepado matando os outro
Que caraloco, louco muito louco
Anda pela rua só trepado mantando os outro

[Durap]
Eu to ciente, que esse cara é louco
Soube da boca dos outro que se acha bicho solto
Óh, o cara é louco, é louco muito louco
Num sabe o que é ser solto, num fica de costa pros outro
Suposto bicho solto usa 50% de sua cabeça de animal
A favor do mal, mas contatos são armados
Está tudo planejado, sua atitude, queimada
Foi jogada pelo ralo, amanhã você será o motivo dos comentários
Celulares acionados, malucos em cima da laje
Observando os movimento no momento
Você num da as cara se prepara animal em extinção
Está aberto a temporada, de caça a vacilão
Então, louco é o clima ficou tenso pro seu lado
Quem andava com você tomou um fim foi pro saco
Sua hora ta marcada, a lei da selva nunca pode ser quebrada
Cheira branco fuma pedra um qualquer ninguém ta vendo
Que sua cabeça ta a prêmio, na capela, na favela
Nem colete nem polícia oração corpo fechado
Tem bandido aqui da serra até fora do estado
Pronto pra chutar seu vaso, cuzão e acusado
Na lei da selva por incomodar a liberdade em nossa comunidade
Chega dessa onda de regime semi aberto
Toque de recolher, porque, sem dever, eu vou morrer mais
Eu vejo um monte indo, e um monte vindo
De repente lá no dois no tumulto eu passo o pano
Os maluco vem voltando rindo e comemorando que deitaram o fulano
Já era!

De madrugada diz que é bicho solto
Anda pela rua só trepado matando os outro
Que caraloco, louco muito louco
Anda pela rua só trepado mantando os outro

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct