Me apresento, eu sou mais um cativante
Fruto de um vendaval
E uma procura incessante
Todo cansaço é meu lar
Basta que encontre
Do feitiço aquela mão
Que me esquente a vida
Não há fronteira ou raia
Limite ou há divisa
Quero tal momento de alimento e água
Só ele segura o vendaval
Mas venho pra dividir
Os meus sete dias
Numa roda aberta e o sol
Jogando coma as cores
Me permitam me apresentar
Sou um cativante
Fruto de uma sensação
E carregado de espanto
Não há extremo ou termo
Na dança da alegria
Numa roda aberta
Contando com as cores
Cada coração brinca onde quer...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct