"Em homenagem a toda comunidade do vidigal
E a todos os meus guerreiros de fé"

A favela escureceu o morador de escondeu
Todos fecham a porta com medo de dar adeus
Fogueteiro avisou, o movimento tá alerta

Cuidado morador fecha a porta e janela
Porque bala perdida não tem nome, nem direção
Elas acabam atingindo quem tem um bom coração

Do alto da favela a lua reflete no mar
Os traçantes passando pra lá e pra cá
Não é brincadeira, é real
É o cotidiano de quem mora aqui no Vidigal, Vidigal

Os homens de preto subiram mais uma vez
E deixaram no chão, mais dezesseis, dezesseis
E perdeu, adeus

"Mas novos ventos sopraram na comunidade do vidigal
E graças a Deus, hoje tá tudo em paz, tá tudo incrível
Tá na moral, mas antes neguinho, o bicho pegava"

Criança e trabalhador perdidos na escuridão
Enquanto a senhora na igreja pede proteção
A Deus do céu
Adeus
Por Deus

Me lembro bem da candelária
Da chacina de vigário geral
Paz para as favelas, paz para o mundo
Paz para o Vidigal
Vamos viver de amor!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: MIcael Borges / Thiago Martins. Isn't this right? Let us know.