Viaja não fi, sente essa parada
Tribo da Periferia, outra vez

Pichei seu nome na cela da minha mente
Porque o pra sempre, tem que ser sensacional
Então me vi pensando na gente
Meio delinquente
Lembrei de nós dois no caos

Curtindo pra carai
Chapando pra carai
Sofrendo pra carai
Pode crê, mas se amando pra carai
Me arrepender do que fiz jamais
O relógio não volta pra trás
Não existe momentos iguais
Todos eles são especiais

Driblando a vida como Ronaldo
Graças a Deus, sou abençoado
Arrodeado de um mundo falso
Mas tem quem fecha aqui lado a lado
É poucas ideia pra esses canalha
Se eu precisasse tava fodido
Quem tá contigo quando cê falha?
Advinha?

Sou jogador e ela é meu troféu
Eu sou ardor
Ela é doce igual mel
Ela é Alphaville
Eu sou Chaparral
Tipo a lenda de Bonnie e Clyde, atemporal

Eu sempre digo que nós é louco
Ela vem e fala nós é foda
Olho grande chora, já faz tempo
Nossa cumplicidade incomoda
Nós é fechamento e né de agora
Sempre na mira do quem diria
Qualquer hora dessa nós estoura
Pra longe dessa hipocrisia

Pichei seu nome na cela da minha mente
Pichei seu nome na cela da minha mente
Pichei seu nome na cela da minha mente
E continuo o mesmo fechamento de sempre

Bebê eu nunca vou te abandonar
Lutar do seu lado é sensacional
Fãnzaço das voltas que o mundo dá
Lembrei, eu e ela no caos

Curtindo pra carai
Chapando pra carai
Sofrendo pra carai
Pode crê, mas sim amando pra carai
Me arrepender do que fiz jamais
O relógio não volta pra trás
Não existe momentos iguais
Todos eles são especiais

Pichei seu nome na cela da minha mente
Pichei seu nome na cela da minha mente
Pichei seu nome na cela da minha mente
E continua o mesmo fechamento de sempre

Meio delinquente
Pra ser pra sempre
Meio inconsequente
Pra ser pra sempre
Meio alucinante
Pra ser pra sempre
Porque o pra sempre, é para sempre

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct