Pensei estar sendo esperta
Ao te dar meu coração
Falhei, deixei porta aberta
Você alegou: "foi rejeição"
É isso que dá contar com o certo
Nem sempre o amor se encontra tão perto

Cheguei a uma ilha deserta
A um atalho contramão
Eu sei que a resposta correta
Pode não ser a solução
Viver a teu lado não dá futuro
Fiquei deslumbrada a princípio, eu juro

Então vem, chega mais perto
Devolve já meu coração
Que tal sair deste aperto
E decretarmos solidão a dois

Querido, é mais fácil vivermos solteiros
Em festas confusões
Querido, é mais lindo juntarmos dinheiro
E embarcarmos pro Japão

Sushi, chá bar
E esse seu jeito de falar
Cantar, dançar, olhar pra mim
Viver
É não ter que transplantar
Doar, sangrar, trocar, chamar, pedir, mostrar, mentir, falar
Justificar no cais chorando não sou eu quem vai
Ficar dizendo adeus batucada macaco no
Seu galho da roseira em flor da laranjeira amor
É choradeira horror a vida inteira à beira da
Loucura e a dor e a dor e a dor e a dor
E a dor e a dor e a dor e a dor e a dor
E a dor e a dor e a dor e a dor e a dor

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Luiz Chagas / Tulipa Ruiz. Isn't this right? Let us know.
Sent by Isabelle. Subtitled by Daniel. Revised by 2 people . Did you see an error? Send us your revision.