views 103

Dezenove de Outono

Uniclãs


Talvez só tenha falado em dores
E esquecidos das flores
Que tem o amor no viver
Me esquecido dos planos que semeamos
Que sempre acreditamos
Que o importante é o bem querer
Deixando pra trás nossos momentos
Já caminhamos contra o vento
É preciso saber
E agora longe das pétalas das flores
Meu colibri voa longe
Nunca é tarde pra viver

Refrão:
Ó minha amada
Dançando na fumaça
A liberdade é rara
Dançando na fumaça

Ó minha amada
Dançando na fumaça
A liberdade é rara(x2)

No centro da frase partida é que eu me vi
Tão longe de casa
Caminho a prosseguir
Que o sacrifício fazem parte dos planos
Não seremos momentaneos
É preciso saber
Que se o outono já não me traz mais
Pra perto do mundo amor
A flor me traz a dor da paz
E que na vida ainda somos loucos
Então nos dê mais um pouco
E harmonia pra viver

Não nos entregaremos ao sossego de outros
Sinto muito amor
Sabemos que somos poucos
E olhe pra dentro do seu coração
E rasgue todas essas dores
E se liberte com a canção

Repete refrão.

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Fernando Kruscinski. Isn't this right? Let us know.