Lá, onde bom era bom demais
Lá, onde andava a pé, de pé
sem nem me preocupar com você

Sentados na varanda
A olhar o raiar do sol
Sentados na varanda
A olhar...

Hoje não vejo mais
Aquela boa moça,
O atento rapaz
A força na tua voz

Você é salgada demais pra entender
eu já sei que sou capaz de sair da água
Você é salgada demais pra entender
eu já sei que sou capaz de sair da água...

Foi-se o tempo em que gastava
tudo que lhe restava
o meu tempo com você

Veja o que você me deu,
tudo o que perdeu,
o que não tem mais volta

Não espere minha porta, minha mão aberta.
Sei de tudo que você não pode fazer melhor,
Sei de tudo que você não pode fazer...
Sei de tudo que você não pode fazer melhor!

Você é salgada demais pra entender
eu já sei que, sou capaz de sair da água
Você é salgada demais pra entender
eu já sei que sou capaz de sair da água...

Você é salgada demais!
salgada demais...
Você é salgada demais!
salgada por demais...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct