Este vosso desengano
Me serviu de atrapaiança
Eu não sei por que razão
Meus amor me faz vingança, oi, ai, ai

Se era pra me dá o desprezo
Não pegasse por lambança
Eu te quero tanto bem
É desde o tempo de eu criança
Comparei com um pingo d’água, ai
Na foia da rosa branca

Você diz que sofre muito
Eu sofro do mesmo tanto, ai
Coração neste meu peito
Ele bate é só de arranco, oi, ai, ai

Seu coração também bate
No seu peito dá um balanço
Agora eu acabei de crer
Que o meu vivê não tem descanso
Ainda mais por morar longe, ai
Onde a vista não arcança

Amanhã eu vou-me embora
Retirado de distância
Eu não sei se eu vou e vorto
Mas certeza eu não agaranto, oi, ai, ai

Vou morar lá num deserto
Numa ilha, num recanto
Mas eu deixo o endereço
É pra escrevê e mandá lembrança, ai
Lá de vez em quando eu vorto, ai
Pra beijar a minha santa

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct