Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, natural
Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, sem igual

O Sol desponta colorindo o horizonte
A onça bebe água na fonte e vai dormir pra descansar
Porque de noite ela correu chão de areia
Seguindo a Lua cheia, namorando o luar

Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, natural
Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, sem igual

A moradia entre a mata e o riacho
Uma cabocla cacho-cacho, seresteiro e uma canção
Noite estrelada, céu azul, nuvem que passa
Transformando em fumaça vem chover na plantação

Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, natural
Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, sem igual

Lá na cascata caem as águas tão branquinhas
Um bando de andorinhas revoando faz verão
É a natureza sorrindo que se vê
Oh! Venham conhecer este recanto do sertão

Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, natural
Oh! Venham ver o meu sertão
Como é bonito, simples, sem igual

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct