Faz de conta que é gente, mas não é
Faz de conta que dá, mas nuca deu
Faz de conta que liga pra ralé (é é)
Faz de conta que é nosso Galileu

Se estou desse jeito xará
Balançando que nem boi bumbá
Devo a você

Se o fino da dor suportei
E ao som da miséria bailei
Devo a você

Se pro bolso do compositor
O que vem é rojão de credor
Devemos a você

E os direitos de autor me retém
Em um banco e o juros por mês
Descansando no saldo de quem? Porquê?

Espalhou, por favor, que nos fez
É mais falso que nota de três
E o que o doze traiu de uma vez

Espalhou, por favor, que nos fez
É mais falso que nota de três
E o que o doze traiu de uma vez
Isso aí é você

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Almir Guineto / Dede / Luverci Ernesto. Isn't this right? Let us know.