Chorei sim, ao saber que meu povo no alto do morro
Tá pagando pedágio pedindo socorro
Perdeu toda alegria e não tem proteção
Errei sim, quando eu lembro

Eu sinto um desgosto profundo
Ao ter que me ausentar indo pro submundo
Deixei no meu lugar quem pensei ser irmão
Deixei sim, uma comunidade de paz e alegria
Eu me sinto culpado dessa covardia

A uma grande revolta no meu coração
Darei sim, para o povo da rua
Cachaça charuto e um garrote
Para me ajudar a sair no pinote
E acertar as contas com esse vacilão

Minha favela, minha favela
Infelizmente só ouço dizer
Já não é mais aquela

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct