Meu amor,
Vê se me entende
Nem todo mundo ta atrás de segurança
E as vezes eu,
Que sou de carne e osso,
Entro na dança e me afundo até o pescoço

Não adianta lamentar
O que não se fez
Mesmo que eu
Tenha de me enfiar nesse buraco
Mais uma vez

Me dê sua mão,meu bem
Me dê sua mão e vem
Me dê sua mão,meu bem
Me dê sua mão,também

Meu amor,
Sei que sou covarde
E eu sei me arrepender
Mesmo que tarde
Viva a vida a dois,a três
Vida sem limite
Todo mundo diz que não
Mais quem resiste?

Não adianta lamenta
O que não se fez
Mesmo que eu
Tennha de me enfiar nesse buraco
Mais uma vez

Me dê sua mão,meu bem
Me dê sua mão e vem
Me dê sua mão,meu bem
Me dê sua mão,tambem

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Adalberto Rabelo Filho / Thadeu Meneghini. Isn't this right? Let us know.