Quanto tempo você tem para ir correr na vida?
Que pulsa louca no peito, rebentando de vontades de desejos
Atentando a experiência

Quanto tempo você tem?
Pra encontrar nas deformações a posição exata?
E de saber quanto de tempo você tem pra acreditar em tanta coisa?
Se levar nos ventos, se livrar dos tempos e amar como importaria

Quanto tempo você tem para esperar sem garantia
E se curvar a deuses tontos, enlouquecidos pela época?
Quanto tempo você tem?
Já bastaria para inverter, se somar a qualquer grito
Qualquer palavra que explodisse forte no horizonte
Quanto tempo você quer?
Muito teria para se crer que muitos amigos estão
No mesmo ponto e nas embarcações

Quanto tempo, que se diz cansados todos os dias
Que acabamos na escuridão?
E quanto mais, tudo seria
Sonhar com a cantoria de milhões de bocas
Por tantas milhas de terra

E em quando se fizesse luta, se saberia
Somos um bando e muitos outros

Somos um bando, um bando, um bando
E muitos outros
E muitos outros

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct