Algum esquecimento
Quando estava para morrer
Bobagem minha filha
Bobagem

Palavras ao vento
As que levam o olhar-se por dentro
Como se cozinha o conhecimento?
Quando acordo, sem saber ao certo
Com o que me alimentam

Eu te falei
Quando estava para morrer
Que eu esqueci por anos
Desse esquecimento
Bobagem, minha filha
Bobagem
Porque eu sempre invento esse momento

E o que não se esqueceu
Está na pilha do descontentamento
No farelo das costuras dos bolsos
Pela parte de dentro

Ai, como eu te queria assim
Nesse imenso vazio
No deserto de mim
Que invento

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct