Um crochê sem você é lã
Vida sem tecer é vã
O ímã de nutrir o afã
Vem e remanhece a manhã

Não há quem saiba domar
A beleza da imperfeição
Que distrai o certo e traz pra perto
O incidente da intuição

E nessa hora insisto, escrevo
Faço de mim um tradutor
Para com a voz narrar a aflição
Da minha dor ser o próprio feitor

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct